Câmara Municipal de Lisboa:
Pesquisar neste site: 
Estatuária e Escultura - Neptuno
França Borges 
França Borges 
França Borges  ( 1924  - 1925 ) Jardim França Borges (Praça do Príncipe Real) 
Período:
Temáticas:

O monumento de homenagem a França Borges localiza-se no Jardim do Príncipe Real, próximo do Bairro Alto, onde se situava a maioria da imprensa escrita do séc. XIX. Ali, conspirava-se contra a Monarquia Constitucional e a favor da implantação do sistema político Republicano. Apenas deste modo, se compreende a relação do monumento com o lugar. António França Borges (1871-1915), jornalista republicano, distinguiu-se na actividade política e na imprensa, chegando a ser preso por contestar o poder estabelecido. A sua agressividade revolucionária fez dos jornais onde trabalhou uma das principais forças demolidoras da ditadura franquista e, depois, do próprio regime político monárquico – constitucional. O escultor, Maximiano Alves, figurativo no género e no gosto por obras de maiores dimensões, adoptou aqui uma escala mais singela. Um certo barroquismo transpira do conjunto, realçando-se a própria figura da República que apresenta uma expressão assaz intimista. Na sua nudez de bronze, aquela contempla um dos seus mentores, representado no medalhão, também ele em bronze. Os dois relacionam-se, estabelecendo uma cumplicidade, ocupam o centro da composição. A República, sentada na base do monumento, ligeiramente descentrada, apenas faz realçar o dramatismo do cenário e a preponderância da obra. As pedras, sobrepostas, sugerem a acção decisiva e determinada do trabalho e da vida desta personalidade.

Carlos Cabaço

Acessos:
Carris: Autocarros 58, 92, 773 e 790 (Paragem Príncipe Real).
© 2008 Câmara Municipal de Lisboa
União Europeia - FEDER
POS_Conhecimento
Câmara Municipal de Lisboa