Câmara Municipal de Lisboa:
Pesquisar neste site: 
Estatuária e Escultura
Despertar 
 
Despertar  ( 1911  - 1921 ) Jardim Guerra Junqueiro (Jardim da Estrela) 
Período:
Temáticas:
Figura feminina nua representada sentada sobre almofada colocada sobre plinto paralelipipédico e base semicircular. A perna direita da figura encontra-se flectida num ângulo de 90º, assentando unicamente a planta dos dedos no chão. A perna direita encontra-se igualmente flectida, tendo o pé esquerdo apoiado atrás do calcanhar do pé direito. De olhos semicerrados, inclina a ligeiramente a cabeça para o lado esquerdo, o braço do mesmo lado está completamente dobrado e erguido á altura dos ombros e a mão colocada ligeiramente atrás da nuca.Peça de linguagem naturalista, da autoria de Simões de Almeida (sob.) executada nos primeiros anos da República, e que constitui uma das mais populares e apreciadas esculturas existentes no Jardim da Estrela – “O Despertar”, conhecida igualmente por “A Preguiça”, representa uma figura feminina de grande expressividade, apresentando o tratamento anatómico de forma muito elegante e pleno de feminilidade. O momento é captado de forma fotográfica, retratando a metáfora do acordar também para a vida e do despertar para a puberdade com toda a inocência que o escultor registou no sorriso e no olhar semicerrado deste nu feminino. Em 1915, um gesso patinado de bronze do Despertar, integrou a representação portuguesa na Exposição Internacional Panamá–Pacífico, em São Francisco da Califórnia, que comemorou a abertura do Canal do Panamá.
Acessos:
Carris – Autocarros - 709, 713, 720, 738, 773 | Eléctricos – 25, 28
Metro - Linha Amarela - Rato
© 2008 Câmara Municipal de Lisboa
União Europeia - FEDER
POS_Conhecimento
Câmara Municipal de Lisboa